segunda-feira, julho 16, 2007

Campeões dos Matrecos


Hoje até há pessoal que tem mesas de matrecos em casa, mas em 1978 (acho que é a data desta foto, digo eu.. ou 1977... assim por aí...) um gajo tinha que ir à cave do café Mira Serra, e meter uma coroa se quisesse dar uma sova no Sportinguê.
Não importava quem jogava do lado dos matrecos do Sportinguê, que sabia que perdia.
Era o destino.
Havia gajos que tinham mais pinta a defender que a atacar; o Penedo por exemplo tinha uma porra de umas fintas, que um gajo acabava com os olhos trocados sem conseguir defender uma! De vez em quando lá defendiamos uma sem querer, mas claro que tinha sido de propósito...
Rematar com o guarda redes a fazer roleta não era permitido, mas de vez em quando um gajo passava-se e lá saia um golaço!... claro que descambava tudo numa confusão do caraças, mas no fim acabava por compensar ver aquela bola entrar mais rápido que um míssil: "taaruuzzz"!
Um truque usado para poupar uns trocos, era levantar a mesa do lado oposto onde tinha sido golo, para a bola não cair lá para dentro; o problema é que fazia uma barulheira enorme e lá aparecia o João Gamboa - o dono do Mira Serra, na altura - a ver o que se passava. Bem, esse ainda vá-que-não-vá, porque quando era a mulher estava tudo tramado!
Já não me recordo do nome dela, mas era um verdadeiro terror. Lembro-me vagamente de ter alguma pena do João Gamboa... o coitado andava sempre a levar nas orelhas.
Isto já para não falar de quando ela se lembrava de despejar o penico da janela do 2º andar para cima do pessoal, por causa do barulho que faziamos ao encostarmos as cadeiras da esplanada à parede do café!
Felizmente sempre fui um gajo de reflexos rápidos!.... pois.
Neste documento único - não me lembro de termos mais nenhuma foto de matrecos! - estou eu e o Betes a dar uma sova ao Dentes.
Aliás basta ver a cara de sofrimento dele!

6 comentários:

Taberneiro disse...

Levantar a mesa do lado oposto! Que trabalheira carais! Era mais fácil por um cartão na baliza, ou utilizar a técnica do pente.

São Rosas disse...

Nós é que não nos lembrávamos, mas um soutien por dentro da baliza seria o ideal...

Caetano disse...

Parabéns por este regresso à blogosfera. :)

1 Car(v)alho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
1 Car(v)alho disse...

"...um soutien por dentro da baliza...", mas de quem? O da São Rosas,nessa idade, devia ser pequenino....Se caralhar, pito, se calhar só se preocupavam com as bolitas e com o matrequilho...

Anónimo disse...

Carais, ó Car(v)alho, nesta idade já tinhamos as mãos cheias de vida sexual !!!!!!!!!!!!!!!!!